quarta-feira, 29 de abril de 2009

O QUE A BÍBLIA DIZ ACERCA DE BEMS MATERIAIS?

"POSSO TODAS AS COISAS NAQUELE QUE FORTALECE..INCLUSIVE PADECER NESCESSIDADES E DAR GLÓRIAS A ELE DO MESMO JEITO.
ACHO QUE PAULO QUIS DIZER ISTO, MAS, DISTORCERAM TUDO PARA ATRAIR MULTIDÕES COM UM EVANGELHO SÓ DE "BEMSÇÃOS."

MAS VEJAMOS EM POUCAS POUCAS PALAVRAS O QUE DIZ A BÍBLIA.

Os bens materiais são só temporários. A Bíblia diz em Levítico 25:23 “Também não se venderá a terra em perpetuidade, porque a terra é minha; pois vós estais comigo como estrangeiros e peregrinos:”

Não devemos deixar que os nossos bens materiais nos dominem. A Bíblia diz em Mateus 6:24 “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas.” A Bíblia diz em Lucas 12:15 “E disse ao povo: Acautelai-vos e guardai-vos de toda espécie de cobiça; porque a vida do homem não consiste na abundância das coisas que possui.”

Não é necessário ter muitos bens materiais para estar felizes e contentes. A Bíblia diz em Filipenses 4:12-13 “Sei passar falta, e sei também ter abundância; em toda maneira e em todas as coisas estou experimentado, tanto em ter fartura, como em passar fome; tanto em ter abundância, como em padecer necessidade. Posso todas as coisas naquele que me fortalece.”

Não é bom que nos preocupemos mais pelos nossos bens materiais que pela casa de Deus. A Bíblia diz em Ageu 1:9 “Esperastes o muito, mas eis que veio a ser pouco; e esse pouco, quando o trouxestes para casa, eu o dissipei com um assopro. Por que causa? diz o Senhor dos exércitos. Por causa da minha casa, que está em ruínas, enquanto correis, cada um de vós, à sua propria casa.”

Devemos compartilhar os nossos bens materiais com aqueles que são necessitados. A Bíblia diz em Atos 2:44-46 “Todos os que criam estavam unidos e tinham tudo em comum. E vendiam suas propriedades e bens e os repartiam por todos, segundo a necessidade de cada um. E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam com alegria e singeleza de coração.”

É para isto Amados que DEUS quer e pode abençoar tua "IGREJA" para que ela possa ser BENÇÃO no contexto que ele determina,não o que se tem proposto por ai; com pregações meramente "prosperativas", digam-me irmãos de que vale tua casa com conforto e tudo de bom dentro dela se não for para compartilhar com os nescessitados?. De que vale teu carro do ano se teu irmão passa mal e voce sequer se oferece para leva-lo ao hospital?.De que vale tua conta "ponpuda" no banco se quando o irmão em desespero te pede algo e voce o nega, com a "cara de pau" dizendo que esta dificil é crise, e ainda por cima fala que tambem esta mal. Amados o que Deus quer é que voltemos ao primeiro "AMOR" que vai muito além do que ir a reuniões cantar e chorar e até dançar emocionalmente apenas, mas quando deixarmos o AMOR de DEUS invadir totalmente nossos corações então estaremos vivendo de novo os primeiros tempos da IGREJA. E ao invés de sermos criticados como hoje somos, então amados ao invés disto cairemos na graça de todo povo como foi naqueles dias e o SENHOR acrescentará almas, muitas almas,só que verdadeiramente interessadas unica e exclusivamente na "SALVAÇÃO".

Para finalizar deixo-vos apenas mais duas pergunta que esta na palavra de DEUS:

-DE QUE VALE O HOMEM GANHAR O MUNDO INTEIRO E PERDER A TUA ALMA?
-POSSA SER QUE MUITOS NO TEU INTIMO ACHEM QUE VALHA APENA, PARA ESTES UMA AFIRMAÇÃO:
-LOUCO ESTA NOITE TE PEDIRÃO A TUA ALMA E AS TUAS RIQUEZAS PARA QUEM SERÁ???

"NO CÉU TEM PÃO..."



Há muito tempo atrás o Messias veio ao mundo salvar pecadores. Os judeus não esperavam um Rei tão pobre e simples, mas foi assim que Ele veio. Semelhantemente a Ele, a Sua Igreja Primitiva também começou seu ministério com os pobres, é claro que no meio deles havia algum rico também. Todavia o ponto principal é: o que nós, Igreja de Cristo no séc XXI podemos fazer pelos pobres, qual Evangelho devemos pregar a eles.


A Igreja deve anunciar a salvação indistintamente a todos. Todavia, as necessidades daqueles que recebem esse Evangelho do Reino de Deus no mundo, são variadas, e nem todos necessitam do mesmo alimento. Há aqueles que, após se alimentarem com o Evangelho, necessitam apenas de um tapinha nas costas e um sorriso acompanhado com um “Ide em Paz”! há outros que o alimento espiritual do Evangelho não tira o ronco e a dor do estômago vazio, não aquece a pele do frio, e, por mais que dê uma esperança futura de salvação, não contribui para uma salvação presente, já, ainda no mundo.


Essa semana fiquei chocado com um relato de uma criança do faminto nordeste brasileiro que, ao colo da mãe, já em estado de inanição e sem forças, se virou para sua mãe e perguntou-lhe: “mãe, no céu tem pão?”, e morreu. Essa criança morreu por falta de amor, de paixão, de misericórdia, de uma política justa, de uma sociedade humana, de um Evangelho prático, de uma igreja atuante e de uma preocupação social. Ela morreu por falta de comida, por fome. No seu último suspiro, ela só tinha uma preocupação: será que no céu que a Bíblia e o cristianismo falam, há pão para matar a fome?, será que no céu, o pão é real, ou apenas palavras frias e sem sustento, como as palavras dos representantes do céu aqui na terra? Será que no céu o Evangelho é para os pobres?


Quando alguém morre de fome, de frio, por falta de tratamento de saúde, etc, ela é assassinada. É um crime doloso. Mas, o crime só é um crime quando o criminoso é um pobre! Matar alguém de fome é o crime mais horrendo, infame, desgraçado e demoníaco que podemos cometer. Sei que você poderá dizer que jamais mataria alguém. Todavia eu te pergunto: o que você tem feito para dar vida a essas pessoas? o que sua comunidade cristã tem feito, além de palavras, para dar vida, e não sentença de morte aos miseráveis que nossa sociedade produz?


O Evangelho dos pobres nos dá poderes e autoridade para desenvolvermos missões que vão além das paredes de um congresso, uma missão que penetra nas entranhas de uma pessoa carente, nas suas células e produz vida saudável e vida em abundância presente e futura. Todavia, antes de tratarmos dessas pessoas, precisamos tratar de nós mesmos, dos nossos conceitos de cristianismo, do nosso entendimento de Evangelho,e , principalmente, da nossa compreensão de missões.


Há algumas ações, dentro do cristianismo mundial, que, mesmo que fragmentadas aqui ou acolá, realizam uma missão urbana eficaz no combate a pobreza e ao desenvolvimento humano. Dentre alguns casos cito o do cristão S.K. Baliyarsingh, chefe da AKSS, que desenvolve projetos de alimentação de desenvolvimento humano às crianças da Índia. Em outra parte da Índia podemos citar o trabalho do Sr Thomas Paul Jr , que trabalha no desenvolvimento humano na região de Kottayan. Recentemente recebi um contato do Sr Sohail, que trabalha para o desenvolvimento humano das pessoas na comunidade de Youhanna Abad Colony, no Paquistão. Em um trecho da carta que me enviou ele diz: “meu povo está vivendo abaixo da linha de pobreza, mas estamos dando o melhor para erradicarmos a pobreza”, e em outro trecho: “a grande maioria das nossas crianças não vão à escola por causa da pobreza, o povo não tem água limpa pra beber”.


O Evangelho da salvação nos ensina a desenvolvermos uma missão que produza vida, vida aqui na terra, e vida eterna em Cristo Jesus. Você possui todas as armas necessárias para realizar essa missão: dois braços, duas mãos, e um Manual. Talvez esteja te faltando, enquanto discípulo do pobre Jesus de Nazaré, apenas sair de sua inércia, e começar a produzir vida nas pessoas que estão sedentas e famintas à sua volta, e às voltas da sua igreja. Lembre-se que o pastoreio de Jesus não foi somente aos judeus, mas aos doentes às voltas das sinagogas.


Assim, te desafio, enquanto pastor ou sacerdote de uma comunidade cristã, protestante ou não, enquanto cidadão urbano, enquanto ser humano, a fazer algo, a partir de agora, pelo desenvolvimento humano daqueles que estão às margens da sociedade em que você vive. Faça alguma coisa, mesmo que pequena, mas faça! Mobilize sua igreja, sua comunidade, sua sociedade a lutar para o desenvolvimento humano daqueles “pequeninos” que estão à sua volta. Se você começar a fazer algo, muitas pessoas também farão, e, certamente você terá o maior aliado ao seu lado, o pobre, mas rico Jesus Cristo de Nazaré.

Rev. Pevidor (HOMEM A QUEM TEMOS APRENDIDO, AMAR,ADMIRAR E RESPEITAR)
TODOS: OREMOS SEMPRE POR ELE E TUA FÁMILIA E POR TEU MINISTÉRIO.

A NOSSA CONFIANÇA TEM QUE ESTAR EM DEUS!!

Iº AOS CORÍNTIOS " O DOM DO AMOR"

Visual Poetry - ImageChef.com

GRANDES COISAS TEM FEITO "O SENHOR " POR NÓS POR ISTO ESTAMOS ALEGRES E ESTA ALEGRIA; " NO SENHOR". QUE É A NOSSA FORÇA !

terça-feira, 28 de abril de 2009

terça-feira, 21 de abril de 2009

VERSÍCULO DO DIA



ROMANOS 8:18


"PORQUE PARA MIM,TENHO POR CERTO QUE OS SOFRIMENTOS DO TEMPO PRESENTE NÃO PODEM SER COMPARADOS COM Á GLÓRIA A SER REVELADA EM NÓS..."

segunda-feira, 20 de abril de 2009

domingo, 19 de abril de 2009

O MAIS IMPORTANTE É O AMOR?!!

MAS, O AMOR É MAIS IMPORTANTE QUE A "VERDADE"?



Nossa época é voltada para humanismo e tem se espalhado a idéia de que os relacionamentos são mais importantes do que a realidade, que o homem é mais importante do que Deus, e que o amor aos outros é mais importante do que a justiça. A verdade está se tornando um sentimento subjetivo; já não é mais um fato imutável e definido. Por isso, conclui-se que a verdade tem pouca importância; só precisamos amar os outros. Mas se as palavras de Jesus têm valor, toda esta idéia é completamente falsa. Jesus disse que o primeiro grande mandamento é amar a Deus de todo o coração, alma, força e entendimento (Marcos 12:28-31). Amar aos outros é o segundo mandamento. Há muitos que invertam esta ordem. Se amamos a Deus, temos que amar o que ele diz (João 14:15; 15:14). Jesus perguntou: "Por que me chamais Senhor, Senhor, e não fazeis o que vos mando?" (Lucas 6:46). A verdade é da extrema importância em nossa relação com Deus. Temos que conhecer a verdade (João 8:32; 1 Timóteo 2:4); obedecer à verdade (1 Pedro 1:22); adorar em verdade (João 4:24); andar em verdade (2 João 4); armar-nos com a verdade (Efésios 6:14); e amar a verdade (2 Tessalonicenses 2:10). Aqueles que se desviam da verdade estão perdidos (Tiago 5:19); aqueles que não andam segundo a verdade têm que ser repreendidos (Gálatas 2:14); aqueles que mudam a verdade são detestados por Deus (Romanos 1:25); aqueles que não estão na verdade seguem seu pai, o Diabo (João 8:44). Tornar o amor mais importante do que a verdade é tornar o homem mais importante do que Deus e fazer o segundo mandamento mais importante do que o primeiro. "Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade" (João 17:17).
Uêba - Os Melhores Links

FALE CONOSCO

E-maill: ministerdiantedoaltar@hotmail.com

CELULAR: 027-92 97 36 26

AQUÁRIO

COCA COLA

CALENDÁRIO

quinta-feira, 16 de abril de 2009

quarta-feira, 15 de abril de 2009

domingo, 12 de abril de 2009



sábado, 11 de abril de 2009